Vai em paz, mano Dércio

Dércio Marques, querido menestrel,  eterno coração de menino, vai em paz e, por onde andar, assim como fez entre nós, leva suas gargalhadas altas e, sobretudo, a magia da sua música.

…O girassol mudou de rua

Virou de costas para o sol

Namora a lua

O mal-me-quer respira e exala

pra coroar seu bem-querer

Se despetala…

Feliz aquele que te conheceu, conheceu sua(s) arte(s).

Dênisson Padilha Filho, eternamente grato.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s